quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Poema-curto

Será?
Será que será?
Será que será que será?
Será que será que será que será?
Apenas um motivo para ser?

O que é sempre sendo nunca
por nunca ter sido sempre?
O que é que é que é que é que é?
Apenas um motivo para ser?

Pedir isto seria demais
Por isso a pergunta:
Quem que quem que quem?
Que se fez assim
Apenas um motivo para ser?

Como o poema está em curto
É curto
E
E esta estrofe também
Acabo por aqui.

Rodrigo Barbosa Silva

2 comentários:

  1. Dá para criar um sambinha. rsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. pode parecer fácil, mas não é.
    só tenta ler o poema em voz alta
    Mas a ideia é bem plausível
    vamos ver se algo melódico pode ser extraído

    ResponderExcluir