terça-feira, 16 de março de 2010

Poemas diversos: Ideoduto

Ideoduto

Incríveis pensamentos
Indiferenças cantadas
Ilimitam os mundos
Inocentam as musas

In-doutos doutoram
Incisões doentias
Involuntário penso
Iniquidoso vivo

Inesquecíveis prantos
Inaldíveis menções
In-críveis crenças
Interessantes falas

Ignispício afogueado
Ideograma mental
Incessantes pendências
Irrelevantes pesares

Assim o ideoduto
Se perpassa somente
Assim a gente passa
Passar faz parte da gente

Quem dera que fosse
Quem dera que desse
Quem dera que hoje
Pudera ser hoje por hoje
Alinhar ao centro
A voz invasora diz que está
Aquele que escuta é
Se sendo já foi
Um dia será

...

Idéia.

Rodrigo Barbosa Silva

Um comentário:

  1. Rodrigo

    Não pare de escrever!!!!!! rs Você o faz muito bem.

    ResponderExcluir