sábado, 24 de julho de 2010

Parceria: Pulsação


Ele

Só ele

Sozinho

Com aquele

Armário

De papéis

De palavras

Mundos

Na palma

De sua mão

Conhecedor

Do começo

Do meio

E do fim

Mas o fim

Chega depois


Ele

Esperando

Com pressa

Talvez uma sobra

Talvez um alento

Quem sabe

Uma letra?

Quem sabe

um caminho?

Droga!

Não dá!

Nem a pena

escreve

Nem a boca

balbucia

Nem os olhos

querem ler

O que fazer?


O que fazer?

Passa e volta

Volta e passa

Como o passado

Que passa

E o futuro

Que vira passado

Amassado?

Passado

Arrumado

O que for


Para e tenta

Ficando parado

Olha e

se esconde

Se acha

se move

Se tenta

Se vê...

E desvenda

O vendado

Mesmo

passando

o amassado

parando

o parado

na contínua

perseguição:

era apenas

sua sombra.

Era apenas

o tempo.


Janaína Tavares e Rodrigo Barbosa

2 comentários:

  1. Adorei! Em especial o título, a pulsação que remete ao tempo. Muito bom1

    ResponderExcluir